Óleo de macaúba para os cabelos.

Olá povo lindo de bonito, tudo certo?
Depois do óleo de argan, que se tornou uma verdadeira febre, a mais recente aposta do mercado de produtos para os cabelos é o óleo de macaúba, originado de uma palmeira nativa de Minas Gerais, que chega a atingir 15 metros de altura e tem todas as suas partes aproveitáveis.
O fruto dessa palmeira produz dois tipos de óleo: um retirado da polpa (que é geralmente utilizado para a produção de biodiesel) e outro extraído da amêndoa, que é o que serve para aplicação nos cabelos.


Como usar o óleo de macaúba

O óleo de macaúba é considerado o “ouro líquido brasileiro” e tem poder de hidratação e iluminação. Aos poucos está entrando no mercado e pode ser encontrado em produtos como xampu, máscara e spray de brilho. Além do grande poder de reparação lipídica, ele possui poder anti-séptico, cicatrizantes e antioxidante.
A melhor forma de aplicar o produto é nos cabelos ainda úmidos, para a função de tratamento. Se o objetivo for reparação de pontas, o melhor é aplicar nos fios secos. Para quem usa secador ou chapinha, a dica é aplicar depois da escova e antes da chapa, assim o cabelo conserva o efeito da escova e o produto ajuda a salientar o brilho.
A quantidade deve ser dosada de acordo com a textura dos fios e aplicada no comprimento e nas pontas. Por ser um produto leve, pode ser usado diariamente, uma vez ao dia e sempre em pequenas porções.

Para que tipo de cabelo este óleo serve?

Os produtos à base de óleo de macaúba são indicados tanto para os cabelos lisos quanto cacheados, mas especialmente para fios que estão mais secos ou ressecados. E vale também para os cabelos com química, pois suas propriedades cicatrizantes e antioxidantes ajudam a devolver as propriedades que os fios perdem durante um tratamento. Outra forma de usar é na forma de ‘hot oil’, ou seja, aquecido em banho maria, para tratar bifurcações e enfraquecimento das pontas dos cabelos.
Por ser brasileiro, o óleo de macaúba tem ainda uma outra vantagem: o preço, que é mais baixo do que dos demais produtos similares que vêm de outros países.
Os produtos à base de óleo de macaúba ainda não se popularizaram no país. O que resta é aguardar a disseminação deste óleo entre os cosméticos brasileiros e aproveitar seus benefícios quando estiverem sendo distribuídos em larga escala.

Beijos da Jana

fonte:dicasdemulher.com.br



1 comentários:

  1. Oi janaina..isso eu nao sabia..boa dica..mais um oleo bom pra colecao!!

    beijossss

    ResponderExcluir